Dicas de Canoa Quebrada – Ceará

Canoa Quebrada é um dos destinos mais cobiçados do Ceará. Famosa por suas falésias alaranjadas e pelo por do sol, encanta com sua beleza natural. Na década de 60 foi muito frequentada por cineastas franceses do movimento “Nouvelle Vague”e por isso foi impactada pela liberdade e cultura. Na década de 70 no auge do movimento Hippie, os mesmos descobriram o local que até então era formado por índios e pescadores.

Há 160 Km de fortaleza possui 3.000 habitantes que incluem nativos, brasileiros e estrangeiros que em sua grande maioria trabalham com turismo.

01 (29)

Para chegar à cidade não tem erro! De carro fica a duas horas e meia de Fortaleza e está a 84 km de Morro Branco. (Aqui dicas importantes de Morro Branco: DICAS DE MORRO BRANCO). Uma dica esperta é conciliar as duas vilas em uma só viagem. Mas se o foco da viagem não é alugar um carro existe a opção de ir de ônibus, a empresa São benedito faz esse trajeto, que dura cerca de três horas e trinta minutos e custa 25 reais. Site da empresa São Benedito:  www.sbautovia.com.br

01 (9)

Em quase todo o ano e possível ver o sol brilhar, mas o período que pode ocorrer chuvas é entre os meses de março a maio.

01 (69)

Pelo fato de Canoa Quebrada está menos de três horas de Fortaleza a maioria das pessoas fazem um bate-volta. Eu recomendo que fique pelo menos uma noite, a vila pode ser mais bem explorada em dois dias. Essa foi minha opção e só contribuiu para que a minha viagem fosse mais confortável. Eu me hospedei no Hotel Boutique Ravenala que é novo e muito aconchegante. O café da manhã é farto e a parte da piscina é muito gostosa.

01 (77)
Café da manhã da Pousada Ravenala
01 (1)
Área externa da Pousada Ravenala

Para comer bem é na Rua da Broadway que mesmo pequena é o point. Para mim o melhor restaurante da cidade é o Pátio Grill que fica ao lado do portal escrito Canoa Quebrada na rua Broadway. O local tem excelente atendimento e o preço é justo! Recomendo de olhos fechados!

01 (3)
Pórtico na Broadway

O que fazer em Canoa Quebrada?

– Curtir a Barraca Chega Mais: A barraca Chega Mais é um ótimo espaço para curtir o mar e utilizar o serviço de banheiros e piscina. É uma barraca mais nova que oferece estrutura para todas as idades e família. Mesas e espreguiçadeiras são gratuitas porem o  Espaço VIP custa 20 reais o casal. O atendimento e cardápio são bons.

01 (8)
Fim de tarde na Barraca Chega Mais

– Fazer passeios de Buggy ou Quadriciclo: Os passeios de Buggy e de Quadriciclo são feitos na parte da manhã por causa da maré! Existem dois passeios: o que vai até a Praia de Ponta Negra, que é muito bonito.

01 (10)
Buggy para Praia de Ponta Negra

E o passeio que leva nas Dunas, Centro Eólico, tirolesa e Lagoas!  Os valores dos passeios podem variar de 150 reais a 260 reais por casal. Contratei o serviço na pousada, Bebel Adventure – (88) 997836069.

01 (31)
Parque Eólico a direita e a esquerda criadouro de Camarão
01 (37)
Parada na primeira Lagoa onde fica a tirolesa que possui quiosques
01 (34)
Tirolesa
01 (43)
Paraíso Arriégua – Lagoa
01 (51)
Paraíso Arriégua – Lagoa
01 (54)
Quadriciclo

– Curtir a praia: O mar é maravilhoso e muito bom para se refrescar. A areia não fica lotada porque geralmente as pessoas ficam nas barracas.  A melhor parte da praia é onde está a Barraca Chega Mais.

01 (59)
Vista da Barraca Chega Mais
01 (60)
Vista do mar para Barraca Chega Mais

O mar próximo das falésias é mais bravo e a maré sobe mais rápido.

01 (65)
Barracas próximo as falésias
01 (67)
Parapente próximo das falésias

Na praia é comum passeios de Jangada e na Parte onde está o símbolo de Canoa Quebrada nas falésias possui o voo de parapente  que custa em média 150 reais.

01 (63)
Símbolo de Canoa Quebrada
01 (6)
Parapente em direção as falésias

Dicas de Morro Branco – Ceará

Acredito que você já tenha visto o trabalho de areia colorida que é típico de lá e as maravilhosas falésias de Morro Branco!  Local que foi filmado vários filmes, como por exemplo, o Noviço Rebelde dos Trapalhões de 1977. Filme que o Didi acha o tesouro em meio às falésias.

IMG-7822

Morro Branco é um distrito de Beberibe que fica a 89 km de distância de Fortaleza e a 82 km de distância de Canoa Quebrada. O local é dividido por duas partes, a Cidade Alta, onde estão casas de veraneios de moradores de Fortaleza e a Cidade Baixa onde reside a maioria dos habitantes da cidade. Na parte baixa estão: Escola, Creche e o Estádio de Futebol. O local é pequeno e habitado por pessoas simples que vivem da pesca, turismo e artesanato. Uma sociedade bem unida e de violência praticamente zero segundo Diego, o guia super simpático que nos acompanhou. O lugar possui três praias e cada uma delas possui uma capelinha de seu santo padroeiro.

IMG_7628-1

Os atrativos da cidade podem ser visitados com um guia local que cobra uma média de 120 reais o dia ou passeio de Buggy 230 a 260 reais. Indico de olhos fechados o Guia Diego (Bolinha) que é conhecido por todos na cidade e credenciado. Isso é muito importante! O guia precisa ser credenciado na prefeitura do município! Diego (Bolinha) foi muito gentil, explicou tudo e foi muito atencioso conosco. Estávamos de carro alugado e não queríamos contratar passeio de Buggy. Adorei! Porque ficou personalizado!

As três praias de Morro Branco:

– Praia de Morro Branco

Essa praia possui fontes de águas doces diretamente dos lençóis freáticos. Possui também uma caverna de oito metros de profundidade. A praia precisa ser a primeira a ser visitada por que a Maré sobe e impossibilita sua contemplação.

IMG_E7545IMG_E7576

Mirante da Praia de Morro Branco

IMG_7805-1

– Praia do Diogo

Possui fontes de águas doces que deságuam no mar. Bonita! Mas não maravilhosa! Possui restaurante, mesas e cadeiras para ficar, porém achei muito “farofada”. No caminho é possível ver as dunas quase na pista.

IMG-7675IMG_7811-1

– Praia das falésias

Para chegar nessa praia que para mim é a mais bonita é necessário passar pelo Monumento Natural das Falésias que fica dentro de uma área protegida! As falésias são lindas e muito conservadas apesar do número de turistas que visitam o local. As falésias possuem cores diversas, o que as torna únicas! Logo quando finalizamos o caminho chegamos à praia onde está uma pequena barraca que vende água de coco e bebidas geladinhas!

IMG-7971IMG-8008IMG-8031

A cidade possui pousadas, muitas casas para locação e alguns restaurantes na beira da praia principal de que tem o mesmo nome do local – Praia de Morro Branco. O local não é muito grande e pode ser explorado em apenas em um dia inteiro, muitas pessoas fazem bate-volta a partir de Fortaleza ou Canoa Quebrada. O local é imperdível e possui muita beleza incontestável.

IMG_7812-1

Não deixe de levar pelo menos uma garrafinha ou chaveiro feito com areia das falésias.

Snapseed

Dicas de Jericoacoara/ Ceará – Brasil

Um dos locais mais inusitados do nordeste brasileiro com um “slogan” que não mente! Jericoacoara o paraíso é aqui! A 300 km de Fortaleza, a vila que já foi de pescadores e hoje se tornou um grande destino turístico pertence à cidade de Jijoca de Jericoacoara, o local mais próximo da vila asfaltado.

FOTO213507 (59)

Como chegar em Jericoacora?

– De avião saindo de Fortaleza

De avião você tem duas opções, a primeira e mais comum e antiga é pelo Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins que fica a 301 km.

Do aeroporto de Fortaleza até Jeri é necessário passar por Jijoca de Jericoacoara, cidade que é porta de entrada para o Parque Nacional de Jericoacoara. Caso tenha alugado carro você poderá deixá-lo no estacionamento da cidade, o valor cobrado é 10 reais o dia. Em seguida você terá que contratar o transporte compartilhado que custa 25 reais por pessoa e geralmente comportam 10 pessoas ou o privado que é 200 reais. (Valores 2019)

Outra opção para quem está de carro alugado e não quer ir dirigindo pelas dunas a opção é contratar um guia credenciado que você encontrará no Posto de Informações turísticas. Já fui três vezes para Jeri e já cheguei de três maneiras diferentes. Vai por mim! Leia meu relato abaixo:

Quando fomos na primeira vez a Jericoacoara alugamos um carro no aeroporto de Fortaleza e mesmo com todos os relatos da “internet” eu ainda não tinha entendido como seria complicado passar pelas dunas. Existem muitas pessoas na cidade que trabalham guiando qualquer tipo de carro e fomos abordado por eles. Assim que certificamos que estava lidando com uma pessoa credenciada da prefeitura autorizamos que guiasse o carro! Só quem já viveu essa experiência sabe do que eu estou falando! Estas pessoas guiam muito bem e sabem até mesmo no escuro o caminho exato. O que achei mais incrível é que diminuem a calibragem do pneu para que o carro tenha maior aderência ao solo arenoso, fazendo o carro não atolar no primeiro banco de areia. O valor a ser pago para estas pessoas variam de 80 a 120 reais. Importante ressaltar que na vila não é possível transitar com o carro e não existe pousadas e hotéis que possuem garagem.

G0730023

 

Na minha segunda vez optei por deixar o carro no estacionamento em Jijoca e ir de transporte compartilhado! Achei mais prático e funcionou super bem!

– De avião saindo do aeroporto de Jeri

A opção mais nova e mais cobiçada rota é pelo Aeroporto Regional de Jericoacoara Comandante Ariston Pessoa. A Azul e a Gol operam voos semanais com preços relativamente bons porque se você contabilizar o custo de aluguel do carro, estacionamento e passagem aérea você verá que o preço valerá a pena.

O Aeroporto de Jericoacoara é pequeno, possui uma lanchonete, um ponto da Localiza de Aluguel de Carro e um Ponto de transfer chamado Pontiassu serviços e transportes. Saindo com a Empresa Pontiassu de 4X4 custa 60 reais por pessoa, o carro é compartilhado e cabem 4 pessoas, já o carro privado custa 240 reais. São 30 km e o trajeto dura cerca de 50 minutos a uma hora. ( Preço 2019)

Como dessa vez eu só fui a Jeri, achei mais pratico e muito menos cansativo. Contratei o transfer da Pontiassu Serviços no aeroporto para ida e volta. Me deixaram na porta da pousada e me buscaram pontualmente no horário marcado. Me senti segura e confortável mesmo em carro compartillhado.

Uma boa dica para quem quer conhecer mais do Ceará numa mesma viagem, é incluir as cidades de: Fortaleza, Morro Branco e Canoa Quebrada. O mais interessante é você colocar Jeri como o primeiro destino e ir de avião até lá e a volta saindo de Fortaleza. Porque geralmente os outros destinos ficam mais próximos de Fortaleza.

GOPR0650

Parque Nacional Jericoacoara:

O Parque Nacional de Jericoacoara está  no litoral do Ceará, nas cidades de Jijoca de Jericoacoara, Cruz (onde está o aeroporto), e Camocim. Possui uma área de 8.850 hectares, e foi criado em 2002. É uma área de proteção ambiental. Cercada por Dunas móveis possui várias lagoas que se formam pela água da chuva. Site: www.icmbio.gov.br/ParqueNacionalJeri

FOTO2331

Como funciona Jericoacoara:

A vila fica a 40 minutos de Jijoca e possui apenas um posto médico muito básico, por isso é bom avaliar o destino caso a viagem seja com crianças ou idosos. O local é bem turístico porem bem descomplicado,  as ruas são de areia, o que dispensa sapatos de salto. Jeri possibilita bons dias de descanso e três dias inteiros em Jericoacoara é o suficiente para desfrutar desta calmaria e conhecer todos os pontos turísticos. Energia elétrica só existe há pouco mais de uma década e apesar disso o wi-fi dos restaurantes, hotéis e pousadas não deixam a desejar. A vila não possui bancos nem mesmo caixa eletrônico, portanto leve dinheiro vivo, mas cartão de crédito ou débito são bem aceitos. Na rua principal da cidade tem de tudo! Farmácia, mercadinhos, padaria… Apesar do clima rústico existem hotéis e pousadas muito bons.

GOPR0719

Quando ir a Jericoacoara?

A temporada de chuvas vão de janeiro ao final de maio e de julho a novembro são de ventos muito fortes com presença de praticantes de esportes radicais, Jeri é considerada à Terra do Kit surf. De janeiro a junho é considerado o inverno deles é de julho a dezembro o verão. Para eles o calor é o ano todo, porém no primeiro semestre como chove tornou se o inverno para eles.

07 (39)

O que fazer em Jericoacoara:

Antes de optar por qualquer passeio é necessário entender Jericoacoara. A vila é banhada pelo mar de águas calmas e mornas com várias piscinas naturais, extensa faixa de areia escura devido à proximidade ao mangue. Nela está a Duna do Por do Sol à esquerda e a direita um pouco mais longe uma duna de vegetação rasteira, esta que protege a cidade contra a invasão de dunas móveis, o que acabaria com a cidade porque a cobriria. Nesta está o farol e a Pedra Furada que possui beleza incrível. Pedra Furada é um dos cartões postais da cidade, para chegar nela é necessário caminhar cerca de 45 minutos ou fazer o caminho de charrete saindo do centrinho da vila.

Uma das atrações mais procuradas são as lagoas, que muitos pensam ser mar! Essas lagoas formam-se a partir das águas das chuvas! Quantos mais chuvas mais lagoas e isso faz com que fique mais bonito! Fui em época de secas que as lagoas estavam com menos águas e épocas que tinham chovido mais formando mais lagoas do que o normal. As principais lagoas do lado Leste são: Lagoa do Paraíso e a Lagoa Azul.

IMG_6822

A Lagoa do Paraíso possui 32 pontos de restaurantes e locais próprios para banho, mas para mim os destaques são:

_DSC5681

– Lagoa do Paraíso que possui um restaurante/bar  – Alchymist Beach Club, Lagoa do Paraíso. Ótimo com cadeiras e espreguiçadeiras, é delicioso ficar deitada nas redes sendo rodeada pelas águas. O restaurante é muito bom, mas apenas para entrar você pagará o valor de 20 reais por pessoa.

IMG_6297IMG_6666

– Sitio Paraíso Lagoon é outra opção,não é necessário pagar pela entrada e apenas pagar o que for consumido.   Ele é novo e ainda não é tão badalado quanto o Alchymist.

_DSC5198_DSC5223IMG_6840

A Lagoa Azul é uma Lagoa menor que a Lagoa do Paraíso e possui estrutura e forma diferente. Além das redes nas águas ela também oferece restaurante com preço mais acessível que os do Alchymist.

KJYZ3406MHSJE1483

Existem duas formas de chegar até as lagoas, contratando quadriculo/buggy ou utilizando o “Pau de Arara” por 40 reais ida e volta, lembrando que é só especificar ao motorista onde gostaria de ficar.  Os passeios de quadricíclo/buggy possuem um roteiro pré-definido.

IMG_6192

Os passeios mais desejados são os passeios de Buggy e de quadriciclo ambas custam uma média de 250 reais e 300 reais por casal, podendo dividir o valor no passeio de Buggy caso aceite outro casal no mesmo passeio.  Existem dois tipos de passeios a serem feitos com Buggy/Quadriciclo, o Lado Leste e o lado Oeste. Que possuem vegetações e estilos completamente diferentes.

– Lado leste:

O passeio começa pela praia do Préa, um pouco deserta, mas ótima para prática de esportes radicais. Nela podemos encontrar também um dos cartões postais de Jeri, a Árvore da Preguiça. Essa árvore que aparamente está deitada ficou assim devida à ação do vento.

07 (38)

Depois o passeio segue para o local mais aguardado! Lagoa do Paraíso! Que Possui vários pontos de restaurantes e locais próprios para banho, e cabe a ao viajante escolher onde ficará.

IMG_6385

O passeio começa bem cedo e por voltas das 16 horas é o retorno para a cidade pela orla da praia que tem um visual deslumbrante com o por do sol. Pode ser contratado nas agências no centrinho da vila ou no Próprio hotel/ pousada.

STTDE8554

– Lado Oeste:

No lado Oeste fica a região do Mangue Seco. Local lindo e muito diferente pelo menos para mim que moro em Minas Gerais. O local só pode ser visitado na parte da manhã devia a maré que sobe e impossibilita a visitação. O Caminho começa pelas dunas próximas a Jeri.

E53AAFF0-3854-49A7-B315-1B09064357A607 (30)

Depois de tomar aquela água de coco e curtir a paisagem do Mangue seco atravessamos para a Lagoa de Tatajuba, que possui restaurantes com mesas, cadeiras e as deliciosas redes. É possível fazer Stand up paddle.

IMG_7944G2180850

O Pôr do sol de Jeri é maravilhoso! Vale a pena conferir pelo mesmo uma vez.

IMG_7047

No fim do ano costuma ventar bastante fazendo com que a prática de Kit Surf aumente nas praias.

GUFX8292

De Outro a dezembro época de Caju e você o verá em toda parte.

IMG_7028

Indico ficar na Vila por três dias inteiros!  Assim você consegue aproveitar no primeiro dia o Lado Leste de Quadricíclo (pilotado pelo viajante), no segundo lado Oeste de Buggy e no terceiro dia pela manhã iria ou para Lagoa do paraíso ou lagoa Azul de “Pau de Arara”. Deixando para a parte da tarde para conhecer a Pedra Furada e assistir o pôr-do-sol nas Dunas do pôr-do-sol.

Restaurantes

– Pescador Jeri Restaurante & Bar – Peixe e frutos do mar: Ele é o meu preferido o visitei nas três vezes que estive em Jeri, o atendimento, a comida e o clima são perfeitos.

XKUP3570

– Éllo Restaurante – Lindo com pratos sofisticados: Ele é novo e me chamou atenção devido a sua decoração e arquitetura, preço mais alto que o Restaurante Pescador Jeri e o Restaurante Tamarindo, mas o atendimento e comida são tops! A melhor carne de Sol que já comi na minha vida, os pratos são bonitos e gostosos.

FullSizeRender

– Tamarindo – Peixe e frutos do mar: Ele é  o mais indicado pela maioria que visita Jeri, eu adorei o peixe que comi e atendimento é muito, muito, muito bom!

– Gelato e Grano – Sorvete: Minha sobremesa predileta é sorvete e com toda certeza eu gostaria que tivesse em BH um Gelato & Grano para me deliciar! É perfeito!

Hotel/Pousadas

– VillaMag: A pousada é nova e muito aconchegante! Adoro ambientes limpos, com bom atendimento e com decoração de bom gosto! . Tudo que posso dizer é que é perfeita e indico a todos porque eu amei, me senti em casa!

Site: www.villamag.com.br

F76ACEB4-4DD0-44DD-8FF6-0322A3703738

– Star Hotel Jericoacoara: Outra boa opção na qual já me hospedei, é novinho e grande!

Site: www.booking.com/hotel/star/jeri

– Essenza Hotel: Eu não me hospedei mas com toda certeza me hospedaria caso fosse a opção de ficar num hotel de “Luxo”.

Site: www.essenzahotel.com.br