Dicas de Ouro Preto – Minas Gerais

A cidade que já foi capital do estado de Minas Gerais até 1897 e que se chamou Villa Rica até o ano de 1823 é um dos locais com arquitetura colonial mais bem preservados do Brasil. Tombada em 1980 pelo Patrimônio Nacional pela UNESCO, Patrimônio Estadual em 1933, Monumento Nacional em 1938 e recentemente eleita uma das sete maravilhas brasileiras recebe milhares turistas todos os dias. Ouro Preto é um museu a céu aberto, a cidade impressiona por igrejas barrocas esplendorosas e suas ladeiras em calçamento.

FOTO0223

Marcada pela triste escravidão no Brasil fez parte do circuito do Ouro, oficialmente foram enviadas 800 toneladas de ouro para Portugal no século 18, isso sem contabilizar quanto de ouro que circulou de forma ilegal e o que foi usado nas igrejas. Por isso faz parte da Estrada Real que era a rota oficial da Coroa Portuguesa no Brasil colônia, este trajeto possui 190 cidades em um percurso de 1.600 km até chegar ao Porto do Rio de Janeiro. A Estrada Real ajudou o desenvolvimento cultural, socioeconômico e político da época. Para saber mais sobre a estrada Real acesse este link: www.institutoestradareal.com.br

A cidade tem vários personagens importantes como Tiradentes “Mártir” da Inconfidência Mineira, Aleijadinho e Ataíde que fizeram obras grandiosas na cidade. Ouro Preto foi à cidade mais populosa da América Latina no século 18 chegando a 80 mil habitantes, passando a cidade de Nova York.

FOTO9753

Como chegar a Ouro Preto?

Ouro Preto está a 140 km do aeroporto de Confins e a 99 km de Belo Horizonte. Para chegar à cidade não tem erro! Para quem está de carro basta seguir a BR 040 e rodovia 356. De ônibus basta pegar a conexão no aeroporto (www.conexaoaeroporto.com.br) e ir até a rodoviária de BH. Saem da rodoviária todos os dias de hora em hora ônibus partir das 6 da manhã e última saída às 23 horas. A empresa Viação Pássaro Verde (Site: passaroverde.com.br) é a única empresa que faz este trajeto. O valor da passagem de ida e volta é 69,60 e podem ser compradas pelo site da empresa ou no guichê na rodoviária. O ônibus de ida tem seu destino final a rodoviária de Ouro Preto  e o trajeto dura 2 horas.GLA08045

Quando ir a Ouro Preto?

Ouro Preto é uma cidade linda em qualquer estação do ano. Na época do verão é possível sentir bastante calor entre as ladeiras da cidade. Mas no inverno a cidade fica muitas vezes com nevoa e pode fazer um friozinho bem gostoso. Entre abril a setembro chove menos, possibilitando uma viagem mais prazerosa. Se você não gosta de multidão evite o carnaval e dias religiosos. A maioria dos museus e igrejas funcionam a partir das terças feiras, uma boa opção na segunda feira é conhecer Lavras Novas (Link aqui: viagensdamarcelapena.com/lavrasNovas) e ou Parque das Andorinhas que possuem atividades ao ar livre e vistas perfeitas.

Como circular na cidade?

A cidade é composta por ladeiras e calçamento. Ruelas estreitas que muitas vezes não tem onde estacionar o carro. Sugiro ir à cidade de calçado confortável para que melhor seja aproveitado o dia. Se você alugou um carro ou está indo por conta própria estacione o carro em local estratégico para que você possa conhecer tudo a pé.

FOTO9642

Onde se hospedar no centro de Ouro Preto?

– Hotel Solar do Rosário Site: hotelsolardorosario.com

– Pousada Imperial Cidade Site: www.booking.com/pousada-imperial-cidade

Hospedagens em distritos de Ouro Preto:

– Pousada Chão de Minas – Fica em Cachoeira do Campo a 26 minutos – 22 km do centro de Ouro Preto. Site: www.chaodeminas.com.br

– Ville Real Hotel – Fica em Santo Antônio do leite a 40 minutos – 30 km do centro de Ouro Preto. Site: www.villereal.com.br

– Pousada Carumbé – Fica em Lavras Novas a 40 minutos – 19 km do Centro de Ouro Preto.  Site: www.carumbe.com.br/lavras-novas.

 

Onde comer em Ouro Preto?

Ouro preto possui boas opções de restaurantes e cafés. Dentre as variadas opções de almoço e jantar indico:

– Tropea Cantina e  Armazen

– Restaurante O passo Pizza Jazz

IMG_8266IMG_8267

– Restaurante Bené da Flauta.

FOTO1446IMG_4022IMG_4025

 Cafeteria e Doceria

– Cafeteria Chocolates de Ouro Preto

IMG_8201

– Largo do Rosário Confeitaria

– Opera Café

O que conhecer em Ouro Preto?

– Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas da UFOP: Construído no final do século 20 possui um grande acervo de uma das mais antigas escolas de engenharias do Brasil. Nele é possível ver o desenvolvimento nacional nos setores de Mineralogia, História Natural, Mineração, Metalurgia, Química, Física, Astronomia, Topografia, Desenho e Biblioteca de Obras Raras. Horário de Funcionamento: Terça a Domingo, das 12 às 17 horas. Site: www.museu.em.ufop.br

– Museu da inconfidência: O Museu da inconfidência está localizado na Praça Tiradentes, começou a ser construído em 1785 e ficou pronto em 1846, já foi Antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica. Desde 1944 abriga o Museu da Inconfidência e no seu acervo estão objetos e documentos da Inconfidência Mineira. É possível ver no museu coleção de arte sacra dos séculos 18 e 19, além de pinturas de Ataíde e esculturas de Aleijadinho.  O museu possui anexos, um na Rua Vereador Antônio Pereira, que fica ao lado do Museu onde são feitas exposições temporárias. A Sala Manuel da Costa Ataíde, um auditório e o laboratório de conservação e restauro; e a Casa do Pilar, que fica na Rua do Pilar e abriga o setor de pesquisa, o Arquivo Histórico e o setor de Musicologia do museu. Funcionamento: Terça a Domingo, das 10 às 18 horas. Valor de entrada: 10 reais Site: www.museudainconfidencia.gov.br

– Igreja Nossa Senhora do Carmo: A linda Igreja de portas azuis que possui fachada em Pedra Sabão e seu interior em estilo Rococó. Foi Projetada em 1751 por Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho, que fazia parte da Ordem do Carmo.  O inicio da construção data de 1766 porem anos mais tarde Aleijadinho fez algumas modificações.  O douramento dos altares laterais, os dois púlpitos e o douramento frontão foram feitos por Manoel da Costa Ataíde. Já os altares laterais de São João e Nossa Senhora dos Prazeres foram feitos por Aleijadinhos. Na igreja é possível ver dez painéis de azulejos portugueses em faiança. Ao lado, na casa do Noviciado viveu o Aleijadinho nos seus últimos anos de vida, hoje funciona o Museu do Oratório. Horário de Funcionamento: Terça a domingo, das 8h30 as 11 e das 13h as 17h. Missas aos domingos às 8h30

– Teatro Municipal & Casa de Opera: Em frente à escadaria da Igreja Nossa Senhora do Carmo o Teatro Municipal de Ouro Preto ou Casa de Opera de Ouro Preto é o teatro mais antigo em funcionamento da América Latina, inaugurado em seis de junho de 1770.  Sua fachada é simples a se comparar a tantas fachadas glamorosas na cidade, mas que guarda uma beleza indiscutível por dentro. Possui 300 lugares que se dividem pela plateia, frisas, galerias e camarotes.  Horário de funcionamento: Segunda as Sextas-feiras das 12h00min às 17h30min. Valor de entrada: 4 reais.

– Igreja São Francisco de Assis: Essa igreja é uma das mais conhecidas e mais visitadas em Ouro Preto. Construída em Estilo Barroco também possui elementos decorativos em Rococó. Elaborada por Aleijadinho que realizou diversos elementos, possui painéis e o douramento do altar mor pelas mãos do Mestre Ataíde, que foi o maior nome da pintura colonial brasileira. A Igreja é tombada pelo Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), classificada em 2009 como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo e faz parte do patrimônio da Humanidade. Horário de funcionamento: Terça a Domingo, de 08h30 as 12h e de 13h30 a 17h. Missas aos domingos, às 19h. Valor de entrada: 5 reais

– Feira de Artesanato de Pedra Sabão – Largo do Coimbra: Em frente à Igreja São Francisco de Assis está a feira mais famosa de Ouro Preto que funciona nos moldes que conhecemos desde 1995. Porem a história nos mostra que desde 1824 já existia no mesmo local uma movimentação comercial. Famosa por seus objetos em Pedra Sabão é um ótimo local para comprar souvenir e aprender um pouco da cultura local. Seu horário de funcionamento é das 9h às 19 horas todos os dias.

– Casa dos Contos Museu e Casa de estudos: Ao lado de um dos melhores restaurantes de Ouro Preto (O Passo Pizza Jazz). O casarão foi construído entre 1782 a 1787 para servir de moradia para João Rodrigues de Macedo, cobrador dos impostos da Capitania de Minas Gerais. De 1820 a 1821 foi ampliado para servir de Casa de Fundição. Serviu de prisão de prisão para inconfidentes, dentre eles Álvares Maciel, Luiz Vieira da Silva, Padre Rolim e Cláudio Manuel da Costa. Foi sede da Administração Pública da Capitania de Minas Gerais, por isso seu nome Casa dos Contos. Hoje abriga o Centro de Estudos do Ciclo do Ouro, o Museu da Moeda e do Fisco, possui salas de exposições, além do acesso central ao Parque Horto dos Contos. Horário de funcionamento: terça a sábado, das 10h às 16h45, domingo e feriados: 10h às 14h45.

– Basílica Matriz de Nossa Senhora do Pilar: Inaugurada 1733 foi construída durante o ciclo do Ouro, é considerada uma das igrejas mais imponentes de Minas Gerias devido ao seu interior ser todo folheado a ouro. Abriga o Museu de Arte Sacra de Ouro Preto que possui diversas peças relacionadas a celebração do santíssimo sacramento. Em 1930 foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Horário de Funcionamento: Terça a domingo, das 09h às 10h45 e das 12h às 16h45. Missas – Segunda a sexta-feira, às 7h00; sábados, às 19h30, e domingos, às 19h. Valor da entrada: 8 reais.

– Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos: Também conhecida como Igreja Nossa Senhora do Rosário é um dos mais originais edifícios sacros do tempo do Brasil Colônia. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi construída em 1765 substituindo a capela que data de 1709. Possui 6 altares laterais, dois púlpitos sendo a expressão máxima do barroco colonial mineiro. Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 13h às 16h45. Missa aos domingos às 16h. Entrada gratuita.

O que mais conhecer Ouro Preto fora o Centro Histórico?

Ouro Preto é uma das cidades mais bem preservadas do Período do ciclo do Ouro do Brasil.  Rodeada por matas verdes e vistas maravilhosas possibilita atividades fora do Centro Histórico.

– Parque das Andorinhas: Um dos locais que possui paisagens privilegiadas da Mata Atlântica e do Cerrado, o Parque Natural Municipal das Andorinhas (PNMA) foi criado em dezembro de 1968 com intuito de preservar a natureza e as nascentes mais altas do Rio das Velhas, um afluente importante do Rio São Francisco, e manter o equilíbrio da fauna e flora local. Dentro do parque é possível fazer trilhas muito fáceis e muito difíceis, nadar em cachoeiras e piscinas naturais, observar desde mirantes incríveis. A estrutura possui quadras de esportes, local para pratica de escalada esportiva, além de oferecer churrasqueiras organizadas e abertas ao publico para curtir com a família e amigos. No site parquedasandorinhas.ouropreto.mg.gov.br possui tudo muito explicado e organizado.

– Lavras Novas: Lavras Novas é um distrito de Ouro Preto, fica a 19 km de Ouro preto. Famosa por ser um local de descanso, possui muitas opções de pousadas e atividades como, por exemplo, trilhas feitas por quadrículos e passeios a cavalo. Nesse link mais de Lavras Novas: viagensdamarcelapena.com/dicas-lavras-novas-minas-gerais/

– Maria Fumaça Trajeto Ouro Preto – Mariana: Este trajeto possui 18 km de extensão  e foi construído em 1883. Este trajeto, carros e locomotivas foram restaurados de 2004 a 2006 preservando as características originais. Os bilhetes podem ser comprados pelo site: www.vale.com/trem-turistico-ouro-preto-mariana O Horário de Funcionamento da estação: A Estação fica aberta a visitação de Quarta- feira a domingo e feriados nacionais, das 8h30 às 17h.

– Mina da passagem em Mariana: A mina da Passagem pertence à Mariana, mas está bem próxima a Ouro Preto seja pelo trajeto da Maria Fumaça ou de carro. A Mina é uma das maiores Minas desativadas do Mundo aberta a visitação. O Percurso trem 315 metros de extensão e chega a 120 metros de profundidade. Desde a sua fundação, no início do século 18, foram retiradas aproximadamente 35 toneladas de ouro. Horário de funcionamento: Todos os dias de 9 horas as 17 horas. Duração do passeio: 45 minutos. Valor da entrada: 88 reais. Site: mariana.minasdapassagem.com.br

Um comentário em “Dicas de Ouro Preto – Minas Gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s