Dicas de Londres – Inglaterra

Londres é a cidade no mundo que mais amo! Uma cidade gigante que abriga pessoas de diversas nacionalidades, que possui uma arquitetura incrível e que não perdeu sua essência e história. Um lugar onde tudo funciona, sejam os meios de transportes ou meios de comunicação.

06 (6)

Quando pensava em Londres logo me via a dificuldade de que eu poderia ter em ao entrar no país. Digo com bastante tranquilidade que não existe bicho de sete cabeças para quem está com toda a documentação e proposito de férias no país. Li e ouvi de muitos a respeito do bicho papão da imigração, por isso me preparei levando todos os documentos corretos. São eles:

1 – Dentro do avião foi entregue um formulário que deveria ser respondido em inglês com todas as informações possíveis, muitos dizem que se preenchido corretamente  facilita e muito quando você estiver no balcão. Precisa ser preenchido exclusivamente em inglês.

2 – Passaporte válido

3 – Passagens de ida e volta (de onde eu estava e para onde iria, meu destino próximo era Bruxelas então estava com a passagem de trem para lá e a passagem aérea de volta para o Brasil). Se Possível todas as passagens precisam está em inglês.

3 – Voucher da hospedagem com todos os detalhes, deve está em inglês.

4 – Dinheiro suficiente para os dias na cidade, lembrando que a moeda oficial do país é a Libra Esterlina.

5 – Comprovante de endereço no Brasil e trabalho.

Claro que não me pediram tudo, apresentei apenas o passaporte e o formulário. Perguntaram-me se estava de férias e se eu tinha gostado de Veneza (meu destino anterior). Em seguida foi carimbado o passaporte e partiu conhecer Londres.

Depois de ficar um bom tempo na fila da imigração era hora de chegar até a cidade. Londres possui três aeroportos:  City of London, Heathrow e o  Gatwick  (O que eu estava) . O aeroporto Gatwick fica a 50 km ao sul de Londres, é o segundo maior aeroporto do Reino Unido. Existem várias maneiras de se locomover deste aeroporto, são elas:

1 – Gatwick Express: Uma das formas mais rápidas de se chegar ao centro de Londres e tem sua última parada na Estação Victoria. É ideal para quem vais e hospedar próximo ao Palácio de Buckingham, Parlamento ou Notting Hill. Se for hospedar em outras áreas pegue um taxi, metro ou ônibus.   www.gatwickexpress.com

2 – Trem Southern: Este trem local também tem seu destino final à estação Victoria. Apesar de ser 15 minutos mais lento que o Gatwick Express tem a facilidade de parar nas estações East Croydon  e Clapham Junction .

3 – Trem Thameslink: Faz conexões com City Thameslink, Blackfriars, Farringdon e St. Pancras Internacional. E tem duração de 30 a 45 minutos de viagem. Essa foi minha opção, ele para na estação Blackfriars que fica pertinho do meu hotel.

4 – Easybus: Que sai do terminal norte do aeroporto.

Londres é uma cidade grande com inúmeras atrações. A cidade proporciona muitos meios de locomoção. O meio mais londrino de ser é o metrô que se chama Underground. O Metrô foi criado em 1863 e possuía apenas seis Km de extensão. Hoje possui  onze linhas de metrô. Andei de metrô para todos os pontos e quando necessário utilizei os famosos ônibus vermelhos. Para andar de metrô não tem segredo, todas as estações têm pontos de venda do ticket ou recarga do cartão magnético chamado Oyster, todas são bem sinalizadas. Os ônibus são muitos e em toda a hora você consegue utilizá-los.  Ter internet no celular ajuda demais, eu colocava no google maps onde gostaria de ir e ele me dava todas as opções: A pé, metrô ou ônibus. E me indicava hora e local que precisava pegar o transporte.

As duas melhores formas de pagamento de passagens de metrô, ônibus, trens suburbanos locais (não intermunicipais), Overground, tram, DLR:

– Cartão Oyster – Cartão magnético individual, custa 5 libras, pode ser comprado em qualquer estação de metrô, bancas de revistas e lojinhas com o logo transport for London. Você carrega com valores desejados e pode ir gastando conforme a necessidade (pay as you go) ou adquirir passes semanal , mensal ou anual como o travelcards.

– Travelcards – São tickets de papel que podem ser comprados de um dia ou de uma semana. É bom prestar atenção quando comprar porque é necessário certificar qual zona e horários que o ticket vale. Quando comprado de sete dias é necessário levar foto no estabelecimento de venda.

Para viajantes vale mais a pena comprar o Cartão Oyster porque é mais pratico. Além de abranger mais zonas da cidade. No fim da viagem você pode devolver o cartão para o posto de venda, assim você garante suas 5 libras e o que estiver de crédito no cartão. Esse sistema é um dos mais inteligentes e econômicos do mundo.

06 (8)

O que fazer em Londres:

Londres é uma cidade grande e muito organizada. minha dica é ficar no mínimo  quatro dias na cidade. Tínhamos como preferência andar a pé para aproveitar melhor as belezas da cidade mas para chegarmos a locais mais distantes utilizamos metrô ou ônibus, não senti dificuldade alguma. Os museus, preferi comprar todos pela internet no próprio site das atrações, facilita demais! Praticamente sem filas. Um conselho é usar um calçado confortável, a cidade é dinâmica, o sobe e desce das escadas do metrô, ou melhor, do Underground e as andanças de um lado para o outro pode tornar seu dia cansativo, é normal ver mulheres e homens muito bem vestidos calçados com tênis. No metrô fique do lado direito quando a escada estiver em movimento, muitas pessoas utilizam o lado esquerdo da escada para subir ou descer andando. Lembre-se que o lado do volante do carro é o direito e os veículos trafegam pela esquerda.

06 (64)

– Rio Tâmisa: Corta a cidade ao meio. Já foi muito poluído e já foi chamado de: O grande Fedor. Hoje ele e seus afluentes são limpos e tratados.

06 (50)

– London Eye: Fica na parte sul do rio Tâmisa, possui 135 metros de altura e 32 cabines que representa as regiões da cidade, dela podemos ver o Big Ben e o prédio do Parlamento Britânico. A Capsula permite até 20 pessoas e demora 30 minutos para dar a volta completa, muito tranquila para todas as idades. Eu adorei essa experiência! Ver a cidade de cima é fantástico! Comprei o ticket pelo site oficial. Enfrentei fila apenas para subir, mas foi rápida e organizada.

06 (36)06 (37)06 (38)

– Westminster ponte: Inaugurada em 1832 é a ponte mais antiga da cidade.

06 (46)

– Palácio de Westminster: Conhecido como o Parlamento, fica ao norte do rio Tâmisa. O palácio é um dos maiores parlamentos do Mundo. Possui mais de 1000 salas, 100 escadarias, 5 km de corredores.  O palácio é muito imponente! Com esses casos de terrorismo está com  bastante policiais fazendo a segurança.

06 (65)06 (70)

– Big Ben: É o nome do sino que foi instalado no Palácio de Westminster em 1.859 e não o relógio que fica na torre.

– Abadia de Westminster: A Igreja mais importante de Londres, em estilo gótico impressiona por sua grandeza e pompa. Nela são celebrados casamentos reais, batismos reais e coroação da realeza britânica.  Construída no século 11 sendo até o século 16 uma igreja católica quando foi convertida em igreja anglicana.

06 (91)

– Palácio de Buckingham: Residência oficial da monarquia do Reino Unido. Foi construído em 1703. Fica aberto para visitação nos meses de agosto e setembro quando a rainha está de férias na Escócia. Pela manhã existe a troca da guarda, imperdível!

06 (109)

– St´s James Park: Lindo e conservado. Adorei andar pelo parque, valem a pena fazer picnic ou tirar uma soneca como os britânicos fazem.

06 (100)

– Trafalgar Square & The National Gallery: É um museu que fica na Trafalgar Square em Westminster. Fundado em 1824 este museu de arte abriga mais 2.300 pinturas de meados do século XIII até 1900. Ele está entre os museus mais visitados do mundo.

– Museu história Nacional: O Natural History Museum já foi à atração mais popular de Londres. Fica ao lado dos museus: Museu de Ciência e Museu Victoria & Albert. O prédio que está instalado o museu é do ano de 1881. No centro possui exposto um dinossauro e  dezenas de pinturas.

MUSEU HISTORICO NACIONAL

– Picadilly Circus: É uma praça louca! Você tem cruzamentos, pessoas bem alternativas e muita movimentação. É a famosa praça que possui painéis de led.

06 (132)

– Mercado Portobello – Nothing Hill: Local onde foi gravado o filme de mesmo nome, muito alternativo cheio de coisas para ver exposto na rua. É um bairro fofo cheio de casas com portas coloridas. Não fica perto do centro muito menos da London Eye que para mim era referência por eu ter ficado hospedada em um hotel próximo!

06 (121)06 (126)

Compras em Londres:

Londres é uma cidade completa. Quando falamos de compras, nós mulheres sentimos bem… Hahahaha. Não é nenhum outlet nos Eua mas podemos fazer boas compras na cidade!

– A principal rua de lojas de Fast Fashion e lojas de marcas conhecidas apenas na Inglaterra é a Oxford Street.  Possui: Primark, New Look, Zara, HM, Forever 21, Boots – Farmácia, Victoria Secret, Disney, Top Shop, Uniqlo entre outras! Possui também a loja Selfridges, a primeira loja de departamentos do Reino Unido, você pode assistir sobre a história desta loja no Netflix.

– A loja Harrods é uma loja de departamento que se tornou ponto turístico num dos bairros mais chiques de Londres  Knightsbridge.

– Na Sloane Street e nas proximidades você encontrará as lojas: Gucci, Dior, Prada, Mil Mil, Jimmy Choo, Dolce Gabbana e Chanel.

06 (135)

Onde comer em Londres:

Londres é uma cidade que abriga todo o tipo de pessoas, crenças, raças e religião! Não achei os preços tão absurdos quanto os de outras cidades na Europa, como por exemplo, Roma, Veneza, Barcelona… Você encontra de tudo! Achei muita coisa fresca e comida saudáveis. Das comidas imperdíveis estão: Pudim de Yorkshire, Muffins, Purê de Batatas e Salsichas, Bolo Eccles, Fishes and Chips, Torta de maçã e o típico Breakfast Inglês! O típico café da manhã dos ingleses é bem servido, para nós seria como um grande almoço. A maioria deles é servida com: ovos, bacon, salsichas, pão frito, tomates assados, cogumelos fritos e feijão e uma xícara de café.

– Café Nero – Está presente praticamente na cidade toda, é uma cafeteria ao estilo Starbucks. Faz muito sucesso seu

-Nando´s – Eu amei este restaurante! É uma rede que facilmente você encontrará em muitos locais da cidade. O frango deles, a batata e são maravilhosos acompanhados pelo molho que eles mesmos fabricam. O molho é tão bom que precisei ir ao supermercado e comprar um para trazer na mala.

06 (5)

– EAT – Restaurante que possui franquia em quase todos os bairros da cidade vende comida saudável, vegetariana e vegana. Tem preços bons.

01 (1)02

– Pret a Manger – segue a linha do EAT. Com comidas saudáveis e orgânicas. É fácil de achar uma franquia. As saladas são perfeitas.

467227_463023653712784_1056608322_o

– Bubledogs –  Este local fica proximo a Oxford Street. Vende Hot dogs e Champanhe como acompanhamentos. Tem várias combinações e funciona na a partir da hora do almoço! Diferentão.

Sem Título-1

– Chá da Tarde – Peggy Porschen Cakes: om decoração bem menininha, cheia de flores e com fachada rosa, vende bolos e tortas deliciosas acompanhadas de chá. É bem pertinho do Palácio de Buckingnhan.

– Convent Garden –  Esse Shopping fica no Bairro de Convent Garden perto da Trafalgar Square possui vários restaurantes bons como, por exemplo:

06 (136)

Shack Shack – Rede de Fast food Americana que possui franquias apenas em.

Bens Cookies – É uma loja pequena bem na esquininha da praça de alimentação. Vende cookies deliciosos, quentinhos e chocolatudos.

James Union Jack – Restaurante do famoso James Oliver vende comidas típicas inglesas.

Poppies fish and Chip – O Fish and Chips – basicamente Peixe e batata frita! Enrolados em jornal como antigamente.

– Borough Market – Local com uma atmosfera incrível! Fui por volta das  18 horas. Eu adorei a região. Cheio de comidas típicas de vários países e restaurantes e bares. Vale a pena visitar em qualquer horário do dia!

Fortnum & Mason – É o famoso chá da tarde que foi inaugurado pela rainha. Ambiente iluminado com cores claras é muito elogiado. Prepare-se! Tomar o famoso chá da tarde é caro!

Hotéis em Londres:

– Ibis Blakfriars

– Novotel Blackfriars

– Novotel London Canary Wharf

– Pullman London St Pancras Hotel

– The Ritz London

 

 

 

 

2 comentários em “Dicas de Londres – Inglaterra

  1. Boa noite…
    Boa estava lendo sobre suas experiências nas viagens pela Europa. E gostaria de saber se nós países vc fez um tour por lá em uma só viagem ou vc fez várias viagens??

    A pergunta é em uma viagem de aproximadamente de 7 dias é possível conhecer quantos países?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Boa tarde Meire Helen, eu fiz duas viagens de média duração pela Europa. 7 dias é pouco em relação ao custo que você vai pagar na passagem. Se menos tempo é ideal para você porque não pensar em 10 dias? Você consegue fazer combinações incríveis!
      1- Londres – Paris – Bruxelas
      2- Lisboa – Madri – Barcelona
      3 – Lisboa – Roma
      4 – Paris – Londres
      Acredito que pelo fato fuso horário,adaptação,e cansaço pós horas de voo e deslocamentos 7 dias ficaria muito cansativo. Mas se você quer conhecer um único país aí daria sim!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s