Dicas de Bariloche – Argentina

San Carlos de Bariloche ou simplesmente Bariloche é no inverno o paraíso dos Brasileiros. Há 1600  Km de Buenos Aires está ao norte da Patagônia Argentina. É  cercada pelos Andes e fica  no Parque Nacional Nahuel Huapi. A beleza da cidade e arredores é de se impressionar, colonizada por alemães e austríacos possui construções belíssimas. A vegetação do local  é única e permite muitas atividades ao ar livre.

Como chegar a Bariloche:

Para chegar à cidade é mais comum é de avião, a Latam e a Aerolíneas Argentinas fazem o trajeto.  O aeroporto da cidade – Teniente Luis Candelaria fica a 13 Km de distância  do centro da cidade. Outra forma ótima e muito procurada é o Cruce Andino. Ele sai do Sul do Chile e navega pelas vistas maravilhosas que existem pelo caminho. No site do Cruce Andino tem todas as informações necessárias explicando o roteiro e valores. A travessia pode ser feita em um dia inteiro ou em mais dias. Site  www.cruceandino.com

01-51

Onde se Hospedar em Bariloche:

Bariloche possui ótimos hotéis, sendo a maioria com estilo de casa de montanha. Existem duas regiões para se hospedar na cidade, o centro onde tem de tudo bem próximo e a região à beira do lado. Vivi as duas experiências em viagens distintas e posso afirmar que as duas opções valerão a pena conforme o estilo da sua viagem. Ficar próximo do lago é lindo e posso afirmar que é surreal! O nascer do sol ou por do sol faz as margens do Lago Nahuel Huapi uma imagem memorável! Jamais vou esquecer-me do nascer do sol as 8 da manhã as margens do lago geralmente são cheias de árvores e as maioria dos hotéis são belíssimos! Já no centro da cidade é ótimo para quem quer praticidade e não depender de Uber, táxi ou remises, apesar do deslocamento não ficar caro. Boas opções:

– Aguila Mora Suítes E Spa By DON

– NH Bariloche Edelweiss

– Hotel Alma del Lago Suites

– Llao Llao Resort, Golf Spa

002-8

Quando ir a Bariloche:

No inverno a cidade fica encantadora, o frio deixa o lugar convidativo a tomar um chocolate quente ou um belo vinho Malbec.  No inverno as montanhas ficam cheias de neve e as atividades mais procuradas são relacionadas à neve. No outono a cidade fica menos fria e mais colorida com as folhas amarelas. Para quem quer vivenciar Bariloche e não quer praticar Ski ou qualquer atividade relacionada à neve e não quer pegar temperatura negativa vale a pena investir nessa época.

Qual é o padrão de tomadas e voltagem na Argentina?

As tomadas na Argentina são diferentes do Brasil! Elas possuem três furos, porém são retangulares, sendo que dois são enviesados. Esse padrão é chamado de australiano e também é usado na China e Nova Zelândia. Você vai precisar levar um adaptador universal porque nenhum dos modelos brasileiros, novo ou antigo, se encaixa nesse padrão. A resistência é de 220 volts.

Onde Comer em Bariloche:

A alimentação não deixa a desejar, os restaurantes possuem bom atendimento e preços ótimos! As fábricas e lojas de chocolates, ótimos cafés e sorveterias, garantem um lanche da tarde incrível! Na Patagônia Argentina o comércio fecha às 14 horas e retorna às 17 horas, às 21 horas é o horário que as lojas fecham. Lembrando que os restaurantes não praticam esses horários. Não deixe de provar as carnes sendo a de cordeiro a minha predileta.

– El Boliche de Alberto – (Possui duas unidades uma da carne e outra de massas).

– Restaurant Punto Panoramico  ( A vista é demais)

– Alto el Fuego  (Carnes)

– Winter Garden Llao Llao

– Cerveceria Patagonia

Cafeterias, Sorveterias e Chocolaterias:

– Chocolateria Mamuschka

– Chocolateria Rapa Nui

002-26

A cidade é um dos lugares mais bonitos que já presenciei. O centro é muito bonito cheio de lojinhas, cafés e restaurantes. Vale a pena reservar um tempinho para O lago Nahuel Huapi de águas límpidas e geladas, apropriadas para banho apenas no verão, por conta da temperatura. As duas ruas mais importantes são: Av. Bustillo & Mitre, nelas é possível encontrar comércio variado, agências de turismo e casas de câmbio.

Existem diversos Cerros a serem visitados. São eles:

Cerro Otto: Montanha que possui uma Cafeteria Giratória, galeria de arte, teleférico e lojas de artesanatos. Possui atividade de neve: Caminhadas com raquetes para neve ou ski bunda, trekking por trilhas na floresta. Além do “Funicular de la Cumbre”, o único meio de transporte no topo da montanha; onde leva ao deck e terraços panorâmicos com vistas espetaculares. Site: www.pt.telefericobariloche.com.ar

Piedras Blancas Montanha com atividades ao ar livre como, por exemplo: Tirolesa (Zipline), descida de Boia (Tubbing).  Bom para se divertir como crianças porque pode ser considerado um  centro para iniciantes e  brincadeiras na neve. Site: www.piedrasblancasbariloche.com

img_9673

Cerro Catedral: O Cerro Catedral é a estação de ski mais famosa da Argentina e está a 19 km de distância do centro da cidade de Bariloche. Possui 53 pistas e 40 meios de elevação, na base do Cerro Catedral possui escola de ski e Snowboard, lojas de aluguel de roupa e equipamentos, variadas opções de alimentações e um shopping. No Cerro Catedral é possível praticar Tubbing (descida na bóia), snow Scoot (bicicleta de Neve), raquetes de neve, Sledges (Ski Bunda) e fazer passeios em moto de neve. A vista do lago é perfeita então compensa conhecer a montanha mesmo se não for praticar nenhuma atividade. Algumas agências de viagens oferecem passeios de meio dia para a visitação do Cerro Catedral, porém para quem quer praticar alguma atividade fica pouco tempo, o ideal é o dia inteiro! É possível conhecer a montanha por conta própria, as linhas de número 50 & 51 fazem o trajeto desde o centro da cidade.

Site: www.catedralaltapatagonia.com

DCIM664GOPRODCIM664GOPRO01 (5)

O Circuito Chico  é um passeio que faz um tour entres os principais pontos de Bariloche. O primeiro local a ser visitado é Cerro Campanário que tem uma vista de tirar o folego. Uma montanha com 1050 metros de altura  e para chegar nele é necessário subir de teleférico – cadeirinhas abertas. Depois seguem para Puerto Pañuelo um lugar onde saem os passeios de barco. Uma das vistas belíssimas do lago Nahuel Huapi e o Hotel Llao Llao.

01 (14)
Hotel Llao Llao
01 (16) - Cópia
Puerto Pañuelo – Onde saem passeios de barco

Quando são oferecidos pacotes ao turista é comum oferecerem juntos o Circuito Chico e o Cerro Catedral . Mas minha dica é: Dedicar um dia inteiro ao Cerro Catedral se houver neve e no outro dia numa manhã ou tarde para o Circuito Chico. Além se ser muito cansativo o viajante não conseguirá aproveitar de grande parte dos locais.

002-43002-44

Ilha Victoria e Bosques de Arrayanes: É um passeio de barco que sai de Puerto Pañuelo no barco CAU CAU. Apesar do frio no inverno as vistas são de tirar o folego! Durante o trajeto temos visitas de pássaros que se alimentam de biscoitos e pães em nossas mãos. O local cinematográfico e assim que o barco atraca é possível caminhar na ilha e ouvir sobre a mesma! É possível comprar o passeio em agência de viagens ou no site: www.turisur.com.ar

01-6801-7901-96DCIM664GOPRODCIM664GOPRO01 (90)01 (99)

Passeio Rotas dos 7 lagos : Este passeio é um caminho de 110 Km que passam por lagos maravilhosos e nas cidades de Villa la Angostura e San Martin de Los Andes. A Cidade de San Martin de Los Andes é uma pequena, com 20 mil habitantes. Possui um alago maravilhoso e o cerro Chapelco que é um centro de Ski/ Snowboard Excelente.

00201 (37)01 (41)002 (136)

Esse passeio tem a saída  bem cedo do hotel para que o trajeto seja feito com calma e chegue a San Martin de Los Andes na hora do almoço. Na volta a van passa por outra estrada onde  se contempla outra paisagem e animais que ali vivem.

01-49

Catedral de Bariloche homenageia Nossa Senhora Nahuel Huapi, sendo a igreja católica mais importante da cidade. Foi inaugurada em 1946 e construída em estilo neogótico, vitrais coloridos na parte interna e belos jardins.

01-50

A praça do Centro Cívico é o ponto de partida para muitos passeios. Fundado em 1940, o local lembra regiões montanhosas da Europa e concentra os prédios administrativos dos correios, polícia, museu e a prefeitura.

img_0081

 

 

7 comentários em “Dicas de Bariloche – Argentina

    1. Oi Karen, tudo joia? Eu sempre compro roupas térmicas na decatlhon e na Lupo para usar por baixo dos casacos. Na maioria das vezes tendo comprar aqui, principalmente roupas e calçados impermeáveis. Já comprei em uma viagem a Bariloche casaco de Lã que não é impermeável mas já usei muitassss vezes, só os preços que não são tão baixos.

      Curtir

    1. Oi Andrea, isso é muito relativo, varia muito. É preciso pensar no estilo de viagem que você pratica. Ao meu ver uma viagem com gastos médios por casal por 7 dias, passagem, hospedagem, passeios e alimentação por 7 dias uns 10 mil reais.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s